Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Capitulo 15 - P.V. Ângela & P.V. Sara + P.V. Robert

 

“Todo homem é poeta quando amor tem, mas se se trata de paixão é melhor ser controlado para seu próprio bem.”

 

P.V. Ângela

 

Acordei com o sol a bater-me na cara. Estranhamente não ouvi o despertador irritante da Sara, ou o seu toque de telemóvel...

            -Bom dia dorminhoca. Já estás há muito tempo acordada? - Indagou-me o Rob que acabara de entrar no quarto. Invadiu-me uma sensação de felicidade extrema quando relembrei o porquê de eu estar ali e não na cama com a Sara. Recordei com fascínio o nosso beijo - que pensando bem, foi o primeiro.

Suspirei.

            -Acabei de acordar, e tu? - Disse esfregando os olhos.

            -Não me sentiste? Já estou há um tempão de pé! - Informou-me enquanto abria as janelas.

            -Como é que podia ter-te sentido?!

-Eu caí da cama... -Confessou envergonhado.

Concentrei-me para não me rir. Mas calma, ele disse: "caí da cama?!". Mas que cama? Se só há uma cama nesta suite... A não ser que ele tenha dormido nesta cama!! Olhei para a almofada desalinhada ao lado da minha! OMR ele dormiu mesmo nesta cama!! Ao meu lado!

            - Bela maneira para se começar o dia! – Gracejei espreguiçando-me.

            - Acredita! – Ironizou rindo enquanto pegava numa toalha turca. Virou-se para mim.

            - Vou tomar um duche… Podes acordar o Tom sff? – Pediu-me enquanto se dirigia para o WC. Ouvi a porta bater sem me dar tempo para lhe responder e levantei-me da cama. Estava com as mesmas roupas do dia anterior, a seguir ao Rob seria eu a tomar um bom duche. Caminhei preguiçosa para a sala. O Tom estava com uma respiração pesada e dele emanava um horrível cheiro a álcool. Abri os cortinados, outrora fechados, e toda a divisão se encheu de luz. O Tom reclamou.

            - Toca a acordar, vá! – Pedi estremecendo-lhe o ombro.

            - Deixa-me lá dormir, Rob! – Refutou ainda de olhos fechados afastando-me a mão.

            - Se abrisses os olhinhos poderias perceber que não sou o Rob. – Insisti destapando-o.

Ele abriu os olhos e voltou a fechá-los puxando-me para cima dele.

            - Ei!!! Tens 3 segundos para me largares! – Ameacei-o ao que ele se riu.

            - 1… - Iniciei a contagem.

            - 2… - Zombou-me.

E ao terceiro dei-lhe uma estalada na cara.

            - Auuu!! – Queixou-se soltando-me.

Saí de cima dele e ele rapidamente se levantou.

            - Pronto! Já estou de pé! – Garantiu-me.

            - Bom dia! – Desejei-lhe enquanto caminhava para o frigorífico.

            - Para ti também! – Retribuiu esfregando a cara. – Também acordaste assim o Rob?! Ou nem chegaram a adormecer?

Fitei-o incrédula. Que abusado…

            - Ele já estava acordado… Ao que parece caiu da cama… - Contei-lhe inocentemente.

Ele riu-se e abriu as janelas.

            - Ainda foi pior do que eu pensava! – Constatou rindo-se. – Para a próxima espero estar lúcido…

Fitei-o à espera que ele retirasse o que acabara de dizer mas não o fez… Dirigia-me então ao quarto para fazer a cama quando bati brutalmente contra algo…

            - Auuu! – Queixei-me abrindo os olhos depois do impacto.

Não era “algo”… Era “alguém”. Se o Tom estava na sala vestido, se o Robert estava no duche … Olhei-o dos pés à cabeça. A toalha caíra no chão quando embatemos. Tapei rapidamente os olhos com as mãos. Ele já estivera no duche, já não estava… Estava agora ali encostado a mim, nu e os seus cabelos pingavam.

            - Desculpa! – Pedi-lhe envergonhada incapaz de me mexer um milímetro.

Senti-o baixar-se e apanhar a toalha, produziu uma brisa. Ele estava atrapalhado, corado, bem como eu…

            - Anh… Hum, podes ir tomar duche… Eu vinha-te chamar para te dar uma toalha… Anh, vem comigo… - Pediu-me.

Inconscientemente continuei a caminhar de olhos fechados e desta vez fui contra uma superfície bastante mais rija: a parede. Ele riu-se.

            - Já podes abrir os olhos… - Informou-me.

Abri. E continuei a andar para o quarto. Ele entregou-me a toalha.

            - Hum, vou deixar aqui em cima da cama uma t-shirt e umas calças de fato de treino para ti, sim?

            - Okay. – Concordei sem conseguir dizer mais nada.

            - E bem, quanto à roupa interior… Han, não posso fazer nada… - Disse-me remexendo a mala. – Ah… A não ser… - Disse tirando uns boxers de lycra dele e pousando-os na cama. – Acho que é melhor que nada, não?

            - Serve! – Assegurei-lhe rindo.

Agarrou-me na mão e puxou-me para o WC.

            - Anda, vou-te mostrar como isto funciona. – Justificou-se enquanto manuseava as torneiras explicando-me “não-sei-o-quê”… Os meus olhos seguiam cada movimento de cada musculo das suas costas nuas… Óh vá lá eu não me conseguia controlar… Olhei-o de novo, de cima abaixo, e uma vez mais, de baixo a cima… Ele reparou…

 

P.V. Sara

 

Acordei com um cheiro a comida a invadir o quarto. O Kellan já não estava ao meu lado. Agora, em cima da sua almofada, estava um recadinho. Abri-o.

«Bom dia bebé! Espero que a noite tenha sido do teu agrado… Nunca passei noite tão especial como esta… És fantástica! Estou na cozinha… Amo-te.

K.»

Com um sorrisão dirigi-me à cozinha… Ele não deu por eu entrar. Abracei-o por trás, e beijei-lhe as costas.

            - Bom dia amor, noite melhor que a que passámos era impossível… Obrigada… - Agradeci-lhe com sinceridade. Ele colocou as panquecas acabadinhas de fazer num prato e virou-se para mim beijando-me apaixonadamente.  

            - Não devias vir para aqui nua amor… Isso é puro pecado! – Avisou-me olhando malicioso.

            - Tenho fome… - Disse. – Cheira bem! – Elogiei-o.

            - Acabadinhas de fazer amor! Porque não vais tomar um duche? – Interrogou-me enquanto me beijava de novo.

            - É uma boa ideia! Até já paixão! – Despedi-me enquanto me dirigi para o WC.

Aqueci a água e entrei para o duche. Fechei os olhos e descontraí…

 

P.V. Robert

 

Continuamos a olhar-nos e um ambiente estranho pairou no WC. Ela não parecia prestar a mínima atenção ao que eu dizia. Humedeci os lábios e elevei-a encostando-a a mim, beijando-a. Era tão estranho como tudo tinha mudado de um momento para o outro… Ainda com ela nos meus braços caminhei para porta entre beijos e fechei-a violentamente. Senti as suas mãos nos meus cabelos, agarrando-os com força e sentei-a no lavatório. A minha toalha caiu. Ela reparou e corou, parando.

            - Não importa… - Garanti, continuando.
Tirei-lhe a t-shirt e desapertei-lhe os jeans. Os nossos beijos voltaram, desta vez selváticos e a nossa respiração estava acelerada e profunda.

            - Posso? – Perguntei, prendendo a minha mão no seu soutien.

            - Hum, hum… - Foi tudo o que proferiu e puff… O seu soutien desaparecera. Acariciei os seus seios, temo que, com brutalidade. Senti as suas unhas cravarem-se nas minhas costas e descerem ao longo delas. Eu sentia-me excitado e agora por muito que quisesse pensar com cabeça, o meu cérebro era “outro”…

 

 


Publicado por SarAngela às 17:32
Link do Post | Adicionar aos Favoritos
De Rakel a 26 de Agosto de 2010 às 01:34
Ha tanto tempo q nao leio um capitulo...começo a ter saudades :l


De B. a 27 de Agosto de 2010 às 16:26
quaNDO POstas outro capitulo??? Por favor!!


De carolinne a 29 de Agosto de 2010 às 13:25
mesmo, não te esqueças das leitoras >,


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


© 2010| Luz do Futuro é uma fanfiction escrita com intuito lúdico.
Não pretendemos infringir qualquer direito de propriedade aqui publicada.
Licença Creative Commons
Luz do Futuro por SarAngela está lincenciado pela Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal License.
Baseado no trabalho de http://loveageless.blogs.sapo.pt/
TODOS os direitos reservados a Luz do Futuro
Quem copiar, estará a infringir termos de copyright.

' About Us


' Ver Perfil

' Mantém-te Ligado

. 5 seguidores

' Find

 

' Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


' Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

' Posts Recentes

' Chegou o dia...

' Capitulo 15 - P.V. Ângela...

' Capitulo 14 – P.V. Ângela...

' Capitulo 13 – P.V. Sara &...

' Capítulo 12 – P.V. Kellan...

' Capitulo 11 – P.V. Ângela...

' Capitulo 10 - P.V. Sara &...

' Comunicado

' Capitulo 9 – P.V. Sara & ...

' Capitulo 8 – P.V. Kellan ...