Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Capitulo 15 - P.V. Ângela & P.V. Sara + P.V. Robert

 

“Todo homem é poeta quando amor tem, mas se se trata de paixão é melhor ser controlado para seu próprio bem.”

 

P.V. Ângela

 

Acordei com o sol a bater-me na cara. Estranhamente não ouvi o despertador irritante da Sara, ou o seu toque de telemóvel...

            -Bom dia dorminhoca. Já estás há muito tempo acordada? - Indagou-me o Rob que acabara de entrar no quarto. Invadiu-me uma sensação de felicidade extrema quando relembrei o porquê de eu estar ali e não na cama com a Sara. Recordei com fascínio o nosso beijo - que pensando bem, foi o primeiro.

Suspirei.

            -Acabei de acordar, e tu? - Disse esfregando os olhos.

            -Não me sentiste? Já estou há um tempão de pé! - Informou-me enquanto abria as janelas.

            -Como é que podia ter-te sentido?!

-Eu caí da cama... -Confessou envergonhado.

Concentrei-me para não me rir. Mas calma, ele disse: "caí da cama?!". Mas que cama? Se só há uma cama nesta suite... A não ser que ele tenha dormido nesta cama!! Olhei para a almofada desalinhada ao lado da minha! OMR ele dormiu mesmo nesta cama!! Ao meu lado!

            - Bela maneira para se começar o dia! – Gracejei espreguiçando-me.

            - Acredita! – Ironizou rindo enquanto pegava numa toalha turca. Virou-se para mim.

            - Vou tomar um duche… Podes acordar o Tom sff? – Pediu-me enquanto se dirigia para o WC. Ouvi a porta bater sem me dar tempo para lhe responder e levantei-me da cama. Estava com as mesmas roupas do dia anterior, a seguir ao Rob seria eu a tomar um bom duche. Caminhei preguiçosa para a sala. O Tom estava com uma respiração pesada e dele emanava um horrível cheiro a álcool. Abri os cortinados, outrora fechados, e toda a divisão se encheu de luz. O Tom reclamou.

            - Toca a acordar, vá! – Pedi estremecendo-lhe o ombro.

            - Deixa-me lá dormir, Rob! – Refutou ainda de olhos fechados afastando-me a mão.

            - Se abrisses os olhinhos poderias perceber que não sou o Rob. – Insisti destapando-o.

Ele abriu os olhos e voltou a fechá-los puxando-me para cima dele.

            - Ei!!! Tens 3 segundos para me largares! – Ameacei-o ao que ele se riu.

            - 1… - Iniciei a contagem.

            - 2… - Zombou-me.

E ao terceiro dei-lhe uma estalada na cara.

            - Auuu!! – Queixou-se soltando-me.

Saí de cima dele e ele rapidamente se levantou.

            - Pronto! Já estou de pé! – Garantiu-me.

            - Bom dia! – Desejei-lhe enquanto caminhava para o frigorífico.

            - Para ti também! – Retribuiu esfregando a cara. – Também acordaste assim o Rob?! Ou nem chegaram a adormecer?

Fitei-o incrédula. Que abusado…

            - Ele já estava acordado… Ao que parece caiu da cama… - Contei-lhe inocentemente.

Ele riu-se e abriu as janelas.

            - Ainda foi pior do que eu pensava! – Constatou rindo-se. – Para a próxima espero estar lúcido…

Fitei-o à espera que ele retirasse o que acabara de dizer mas não o fez… Dirigia-me então ao quarto para fazer a cama quando bati brutalmente contra algo…

            - Auuu! – Queixei-me abrindo os olhos depois do impacto.

Não era “algo”… Era “alguém”. Se o Tom estava na sala vestido, se o Robert estava no duche … Olhei-o dos pés à cabeça. A toalha caíra no chão quando embatemos. Tapei rapidamente os olhos com as mãos. Ele já estivera no duche, já não estava… Estava agora ali encostado a mim, nu e os seus cabelos pingavam.

            - Desculpa! – Pedi-lhe envergonhada incapaz de me mexer um milímetro.

Senti-o baixar-se e apanhar a toalha, produziu uma brisa. Ele estava atrapalhado, corado, bem como eu…

            - Anh… Hum, podes ir tomar duche… Eu vinha-te chamar para te dar uma toalha… Anh, vem comigo… - Pediu-me.

Inconscientemente continuei a caminhar de olhos fechados e desta vez fui contra uma superfície bastante mais rija: a parede. Ele riu-se.

            - Já podes abrir os olhos… - Informou-me.

Abri. E continuei a andar para o quarto. Ele entregou-me a toalha.

            - Hum, vou deixar aqui em cima da cama uma t-shirt e umas calças de fato de treino para ti, sim?

            - Okay. – Concordei sem conseguir dizer mais nada.

            - E bem, quanto à roupa interior… Han, não posso fazer nada… - Disse-me remexendo a mala. – Ah… A não ser… - Disse tirando uns boxers de lycra dele e pousando-os na cama. – Acho que é melhor que nada, não?

            - Serve! – Assegurei-lhe rindo.

Agarrou-me na mão e puxou-me para o WC.

            - Anda, vou-te mostrar como isto funciona. – Justificou-se enquanto manuseava as torneiras explicando-me “não-sei-o-quê”… Os meus olhos seguiam cada movimento de cada musculo das suas costas nuas… Óh vá lá eu não me conseguia controlar… Olhei-o de novo, de cima abaixo, e uma vez mais, de baixo a cima… Ele reparou…

 

P.V. Sara

 

Acordei com um cheiro a comida a invadir o quarto. O Kellan já não estava ao meu lado. Agora, em cima da sua almofada, estava um recadinho. Abri-o.

«Bom dia bebé! Espero que a noite tenha sido do teu agrado… Nunca passei noite tão especial como esta… És fantástica! Estou na cozinha… Amo-te.

K.»

Com um sorrisão dirigi-me à cozinha… Ele não deu por eu entrar. Abracei-o por trás, e beijei-lhe as costas.

            - Bom dia amor, noite melhor que a que passámos era impossível… Obrigada… - Agradeci-lhe com sinceridade. Ele colocou as panquecas acabadinhas de fazer num prato e virou-se para mim beijando-me apaixonadamente.  

            - Não devias vir para aqui nua amor… Isso é puro pecado! – Avisou-me olhando malicioso.

            - Tenho fome… - Disse. – Cheira bem! – Elogiei-o.

            - Acabadinhas de fazer amor! Porque não vais tomar um duche? – Interrogou-me enquanto me beijava de novo.

            - É uma boa ideia! Até já paixão! – Despedi-me enquanto me dirigi para o WC.

Aqueci a água e entrei para o duche. Fechei os olhos e descontraí…

 

P.V. Robert

 

Continuamos a olhar-nos e um ambiente estranho pairou no WC. Ela não parecia prestar a mínima atenção ao que eu dizia. Humedeci os lábios e elevei-a encostando-a a mim, beijando-a. Era tão estranho como tudo tinha mudado de um momento para o outro… Ainda com ela nos meus braços caminhei para porta entre beijos e fechei-a violentamente. Senti as suas mãos nos meus cabelos, agarrando-os com força e sentei-a no lavatório. A minha toalha caiu. Ela reparou e corou, parando.

            - Não importa… - Garanti, continuando.
Tirei-lhe a t-shirt e desapertei-lhe os jeans. Os nossos beijos voltaram, desta vez selváticos e a nossa respiração estava acelerada e profunda.

            - Posso? – Perguntei, prendendo a minha mão no seu soutien.

            - Hum, hum… - Foi tudo o que proferiu e puff… O seu soutien desaparecera. Acariciei os seus seios, temo que, com brutalidade. Senti as suas unhas cravarem-se nas minhas costas e descerem ao longo delas. Eu sentia-me excitado e agora por muito que quisesse pensar com cabeça, o meu cérebro era “outro”…

 

 


Publicado por SarAngela às 17:32
Link do Post | Adicionar aos Favoritos
De Andreia a 6 de Agosto de 2010 às 18:16
Ok antes que te insulte é melhor começar já com o comentário à la Andreia!

1˚ - Frase... Profunda... Inteligente... Verdade... uuuuuhhhhh XDD

2˚ - "Porque será que não há despertador da Sara? Oh espera lá... EU TOU NA CAS DO ROBERT PATTINSON!!! YEEEIIIII +.+"

3˚ - Caiu da cama... Tas a gozar? Que espectáculo, mandaste o Rob abaixo da cama!

4˚ - "Vai acordar o Tom..." tipo, para quê? Deixa o gajo tar, assim não chateia.

5˚ - Eu disse... Pimba, foste acordá-lo, agarrou-te. E tu ficas tipo, "Hello, propriedade privada de Robert Pattinson, mantém as patas bem longe" xDDD

6˚ - Ahah a Ângela foi contra o Rob e depois assustou-se com o tamanho da Disney porque não calculava que tivesse tanto por onde andar... (não vale a pena, estou demente hoje) eheh

7˚ - E pronto, feita estúpida, em vez de apreciar as vistas, não, fecha os olhos... Conclusão, vai contra a parede!

8˚ - Toalha, tudo bem... T-shirt e fato de treino, tudo bem... BOXERS DE LICRA, WTF? Isso é sexy demais para ser usado em mulheres... Por acaso, tu de boxers de licra uhuh ˆˆ

9˚ - "Anda vou-te mostrar como isto funciona..." ISTO? Isto o quê? A que é que ele se refere exactamente... Descobriremos mais á frente...

10˚ - "Ele reparou..." quem diria Ângela, ninguém reparava... Eu até te consigo imaginar a babar para cima dele!

11˚ - Do PVO da Sara seleccionam-se umas palavrinhas ao acaso e dá nisto: cheiro - panquecas - nua - tenho fome - fazer amor - boa ideia - WC - água - duche - descontraí. Dava uma boa história! Deixo o resto ao critério da imaginação de cada um!

12˚ - "Ambiente estranho" ??? AHAHAHA pois quem diria

13˚ - A toalha caiu... "Não importa..." ora essa, que ideia, achas que tem algum mal... ERA DISTO QUE ELE TAVA A FALAR... ERA "ISTO" QUE ELE QUERIA MOSTRAR À ÂNGELA COMO FUNCIONA!!!!

14˚ - Puff, brise toque & fresh casa de banho! Ahaha que cena ridícula! agora a sério ... Puff, o soutien desapareceu como por magia!

15˚ - para acabar... uma pequena recolha de palavras deste final: seios - brutalidade - unhas cravarem-se - costas - excitado - cabeça - cérebro era "outro". GANDAS MALUCOS!

E acabas aqui????? Tipo, ta uma pessoa dias à espera de um capítulo e quando ele finalmente sai... Acaba no momento em que deveria começar! Que caraças Ângela, podias ter feito mais um bocadinho! Agora só vemos acção no próximo capítulo. Ou seja, mais uns diazinhos de espera, de desespero, de angustia (que exagero xD), por isso agora estou, oficialmente, chateada, porque QUERO MAIS!!!!!!
Trenga, estúpida, deficiente, tu não bates bem da cabecinha, tolinha....

Epá, isto soube bem, desculpa lá os insultos, sabes que são insultos carinhosos...eheh! ADOREI O CAPÍTULO e QUERO MAIS!!!

Beijinhos** (gosh que testamento!)


De RobstenFan@ a 6 de Agosto de 2010 às 19:29
o que eu me ri com o teu comentário!!!
Eu aagr tb vou ficar angustiada...como é que vou conseguir aguentar ate ao proximo capitulo, hein?? COMO??

aDORO mesmo a tua fanfic!!!

mts beijos@@@@@@@


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


© 2010| Luz do Futuro é uma fanfiction escrita com intuito lúdico.
Não pretendemos infringir qualquer direito de propriedade aqui publicada.
Licença Creative Commons
Luz do Futuro por SarAngela está lincenciado pela Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal License.
Baseado no trabalho de http://loveageless.blogs.sapo.pt/
TODOS os direitos reservados a Luz do Futuro
Quem copiar, estará a infringir termos de copyright.

' About Us


' Ver Perfil

' Mantém-te Ligado

. 5 seguidores

' Find

 

' Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


' Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

' Posts Recentes

' Chegou o dia...

' Capitulo 15 - P.V. Ângela...

' Capitulo 14 – P.V. Ângela...

' Capitulo 13 – P.V. Sara &...

' Capítulo 12 – P.V. Kellan...

' Capitulo 11 – P.V. Ângela...

' Capitulo 10 - P.V. Sara &...

' Comunicado

' Capitulo 9 – P.V. Sara & ...

' Capitulo 8 – P.V. Kellan ...