Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

Capitulo 14 – P.V. Ângela & P.V. Sara + P.V. Kellan & P.V. Robert

 

“A noite é a metade da vida… e a metade melhor.” 

 

P.V. Ângela

 

            - Desculpa… - Lamentei envergonhada com o sucedido enquanto virava a cara para evitar olhá-lo.

A minha respiração estava ofegante… Que raio havia eu acabado de fazer?!

Foi então que para meu espanto senti as suas mãos tomarem o meu rosto e os seus lábios colarem-se novamente nos meus… Desta vez conheci a sua boca, o seu sabor, a sua textura… Foi um beijo intenso e ao mesmo tempo suave… Um beijo lento, doce.

            - Desculpa eu… - Lamentou por sua vez ainda com o meu rosto entre mãos, sussurrando junto à minha boca.

            - Como te sentes? – Procurei saber descendo das pontas dos pés.

Ele pareceu “descer à Terra” e também ele se compôs.

            - Estou melhor, obrigada por teres vindo comigo… - Agradeceu-me.

            - Pareces sincero… - Confessei baixinho.

            - E estou a sê-lo… Não queria que mais ninguém estivesse no teu lugar agora… - Declarou tímido.

            - Nem mesmo a Sara? – Fitei-o, ao que ele o fez também.

            - Nem a Sara… - Disse por fim.
Sorri e abracei-o.

            - Adoro-te… - Disse-lhe contra o seu peito.

            - E eu a ti, querida. – Revelou beijando-me o cimo da cabeça.

Suspirei feliz e peguei na sua chávena.

            - É melhor beberes… - Avisei-o. – Vai fazer-te bem…

            - Obrigada! – Agradeceu pegando-a e sentou-se no sofá.

Ele fez sinal para que me sentasse a seu lado, acedi ao seu pedido.

            - Desculpa ter-te estragado a noite…

            - Não estragaste! – Garanti-lhe.

Ele deu um gole no chá.

            - Uff, está quente… - Queixou-se.

Roubei-lhe um beijinho. Ele riu-se.

            - Agora já estão ambos à mesma temperatura: O chá e a minha boca… - Gracejou ao que eu não pude deixar de rir. A minha mão foi agarrada pela dele e pousada na zona do seu umbigo. Pousei a cabeça no seu ombro.

            - Tom?! – Chamou-o.

            - Hum, ele não está… - Informei-o. Ele fitou-me.

            - Não? Onde foi? – Perguntou-me curioso.

            - Bem ele deixou-te um recado em cima da mesa a dizer que estaria fora esta noite… Que foi sair a West Hollywood e que tinha alugado lá um quarto de hotel, pelo que, só voltaria amanhã…

            - Oh… - Pareceu murchar.

            - Que foi? – Tentei saber.

            - É só que… Imagina que me volto a sentir mal… Estou sozinho… - Desabafou. – Fica comigo esta noite… Por favor, fofinha…

 

P.V. Sara

 

Depois de várias insistências do Kellan para voltarmos para casa, lá cedi… Saímos da discotecazinha e entrámos no seu carro. Porém, sem eu contar com isso, ele desviou caminho e em vez de me levar para o velho apartamento onde vivia com a Ângela não, fomos na direcção da Nevada…

            - Kellan!? – Perguntei escandalizada.

            - Sim bebé? – Interrogou calmamente.

            - Kellan enganaste-te!!! – Exaltei-me.

            - Por acaso não… - Fitou-me atrevido.

            - Mau! Então!?

            - Vamos na direcção de Las Vegas, concretamente… Tenho uma surpresa para ti, amor… - Informou-me misterioso enquanto pousava a sua grande mão na minha perna, apertando-a.

            - Devias-me ter avisado… - Disse-lhe.

            - Não te preocupes… - Pediu-me. – Já tratei de tudo…

Fitei-o e pousei a minha mão em cima da dele… A noite era nossa, tínhamos tudo tratado, para quê a preocupação?

 

P.V. Kellan

 

Passado algum tempo estávamos à porta do hotel. Era um hotel bonito, vistoso… Abri a porta à Sara e tranquei o carro. Dei-lhe a mão e sorri-lhe docemente… Ela parecia ansiosa. Fiz o check­-in na recepção e encaminhámo-nos para a suite que havia reservado para nós… Ela tinha para além do quarto “normal” um quarto surpresa à sua espera mas desse ela não saberia a sua existência… Pelo menos por agora! Assim que entrámos e fechámos a porta da suite, encostei-a à parede e beijei-a demoradamente.

            - Amor, posso ir tomar duche? – Pediu-me.

            - Claro! – Concordei. – Eu vou a seguir amor…

E dito isto, deixei-lhe uma palmada no rabiosque e correu para o WC.

 

*

 

Assim que ouvi a água correr, entrei no WC sorrateiramente e deixei-lhe no lavatório uma camisa de dormir para ela, bem como umas cuecas. Fechei a porta e saí.

 

*

 

Quando ela saiu do WC já vestidinha, toda perfumada, chamei-a do tal quarto surpresa. Ela foi ter comigo e assim que entrou abriu a boca de admiração… Eu tinha-me esmerado! Aproximei-me dela, de boxers, com o sorriso mais carinhoso que consegui fazer. Peguei suavemente no seu corpo frágil, e entre beijos apaixonados, deitei-a sobre o chão almofadado de pétalas de rosa. Nada poderia correr mal... Era a sua primeira vez, eu era o escolhido, e como tal, iria cumprir a minha parte e tornar o acto em algo inesquecível, perfeito, tal como ela merecia. Era impressionante a maneira como ela me fazia sentir, eu queria fazê-la feliz, dar-lhe o meu amor. Essa oportunidade estava-me a ser dada agora, ali, e eu não ia desapontá-la.

Percorri as mãos pelas suas curvas enquanto saboreava os seus lábios. Ela entrelaçou uma perna nas minhas e encostei o meu sexo, já duro, ao seu corpo quente. Desviei o seu cabelo ondulado e beijei-lhe o pescoço, parando nos ombros. Desencostei-me, a minha babe olhou-me confusa, sorri-lhe e desenlacei o laço que apertava a sua camisa de dormir. Ela retribuiu-me um sorriso envergonhado ao ver que eu admirava os seus simétricos, bem-feitos e apetecíveis seios que eu há tanto tempo ansiava. Levei de imediato a minha boca a eles, acariciando os seus mamilos durinhos com os meus lábios. Ela fechou os olhos e deixou-me continuar com a “exploração” pelo resto do seu corpo. Entrei em frenesim quando pediu uma inversão de papéis.

Estávamos agora os dois sem roupa, os nossos corpos quentes ansiavam um pelo outro. Eu desejava-a agora mais que nunca, desejava fazê-la mulher.

Ela olhou-me intensamente e eu esbocei-lhe um sorriso caloroso, confiante. Apertei o meu sexo novamente contra si, desta vez sem tecido a separar-nos, ela respirou fundo. Fui ao encontro dos seus lábios e regressei ao pescoço, sussurrando-lhe ao ouvido:

           -Posso babe? 

Depois de uns segundos de deliberação ela acenou com a cabeça e respondeu sorridente e determinada:

           -Estou pronta!

           -Mesmo? É que se não estiv… -Interrompeu-me com um beijo apaixonado. Coloquei então o preservativo e de seguida o meu órgão em posição, e num gesto firme e cuidadoso, penetrei-a lentamente ao mesmo tempo que a beijava. Ela abafou um grito de dor, cerrou os punhos agarrando-se á manta que se encontrava por baixo, e contorceu os dedos dos pés. Continuei com movimentos suaves e regulares, senti a sua dor amenizar, ela ficou mais relaxada…

           -Se quiseres que pare, avisa princesa.

           -Não… Continua! – Pediu, quase ordenando.

Assim o fiz, aproveitando cada segundo que passava dentro dela.

Passaram horas…                                  

 

*

 

Beijei-a possessivamente.  

Estávamos felizes e completamente satisfeitos, de sorriso parvo na cara, os corpos tombados, suados e ofegantes, e com as mãos entrelaçadas.

Puxei um fino lençol para nos cobrir e aconcheguei a minha “oficialmente mulher” no meu abraço, que depois de algumas perguntinhas, acabou por adormecer…

 

P.V. Robert

 

            - EH LÁÁÁÁ!!! – Gritou o Tom ao entrar na sala, despertando-me.
A Ângela dormia com a cabeça sobre o meu colo… Havia-a convencido a ficar e acabámos por adormecer no sofá.

            - Shhhiiuu… - Proferi ao reparar que a Angie ainda dormia. – Podes falar baixo sff?! Acordaste-me!

            - Desculpa aí, meu… Quero-me deitar… - Pediu-me.

Ah claro… O quarto do Tom é a sala… Dorme sempre no sofá.

            - Bolas… Espera. – Pedi-lhe pegando cuidadosamente na Ângela que estava adormecida. – Não ias ficar em West Hollywood? – Lembrei-me.

            - Podes deixá-la aqui comigo! – Afirmou rindo-se.

            - Querias… - Balbuciou ela meio ensonada.

Ri-me.

            - Eu ia lá ficar mas… Depois conto-te isso… Agora vai-te lá deitar que são 5 da manhã e eu quero dormir. – Voltou a pedir.

            - Até amanhã… - Despedi-me caminhando ensonado para o quarto.

            - Até amanhã! – Pude ouvir ao entrar no meu quarto. Consegui transportá-la sem a acordar… Pousei a Angie no lado esquerdo da cama e deitei-me a seu lado. Tapei-nos com a roupa da cama e adormeci, dorido do sofá.


Publicado por SarAngela às 20:42
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|
9 Comentários:
De Andreia a 30 de Julho de 2010 às 21:33
ALELUIA! O quanto eu esperei por este capítulo!

Comentário à la Andreia começa agora! (um bocadinho maior que os outros! Desculpa!)

1˚ - Frase...WOW Viva a noite não é?

2˚ - "Desculpa..." como quem quer dizer que não queria fazer mas na verdade queria! Estúpidos! Ambos querem mas ambos pedem desculpa??? TRENGOS!

3˚ - Adoro-te??? e o Amo-te fica para quem???

4˚ - "Ufa...está quente" dá beijinho dá...dá beijinho ao bébé pa ver se passa....

5˚ - A menina dá beijinho e vocês ficam a pensar que os lábios aqueceram por causa do beijinho. MAs não...foi por causa do chá quente!!! DAH! (tou a brincar xD)

6˚ - Tá ali com a miúda e pergunta pelo TOM??? Se fosse comigo perguntava-lhe se era o Tom que lhe ia dar os beijinhos!

7˚ - Oh coitadinho de mim se me sentir mal....Ficas não ficas???? (Rob em êxtase)

8˚ - SURPRESA, SURPRESA, SURPRESA!!! "Devias-me ter avisado..." Hello!!! Assim não era surpresa! eheh

9˚ - Duche? Palmadinha no rabiosque? Isto promete!!!!

10˚ - AIII QUE LINDOS! Pétalas, ela perfumada, beijos apaixonados...aiai...LOVE IS IN THE AIR!

11˚ - "Posso babe?" "Estou pronta." "Mesmo?" Que raio de problema é que ele tem...ela já disse que sim... pões-te a mexer antes que ela mude de ideias... ta ali a rapariguinha à espera coitadinha!

12˚ - Pronto...usando a tua palavra... ficaram com cara de parvos depois de uma noite de sexo! Parvos de amor tadinhos... é uma doença chata, custa a passar! O amor é assim!

13˚ - Tinha de vir o palhaço? Aproveitava e dormia no quarto do Rob em vez de acordar os pombinhos!

14˚ - "Podes deixá-la aqui comigo!" ... ahahah eu sei o que o Rob pensou "Vai po caralho meu!"

15˚ - A gaja deu-lhe uma tampa? AHAH!! Era engraçado!

AGORA QUERO MAIS!
Vá lá até tou curiosa pa saber o que aconteceu ao Tom! E também quero saber como vão ficar o Rob e a Ângela. E claro, quais vão ser as reacções pós-sexo Sara+Kellan!

Continua amor! Beijinhos**


De carolina lewis a 31 de Julho de 2010 às 00:56
está perfeito! :D
beijinhos (:


De Cathy Jones a 31 de Julho de 2010 às 00:57
ohhhh ta tao lindo mxm
o kell foi tao fofinho pa sara.... um verdadeiro cavalheiro... foi tao romantico...
e o rob e a angie tbm tao fofos.... kero ver a reaçao da angie kuando akordar na cama do rob...
amei mxm.... esta cada vez melhor...
kero mais sim?
kisses


De md a 31 de Julho de 2010 às 01:08
wow isto tanto para um lado como para o outro ta a evoluir
mas o que eu reparei foi que a sara e o kellan a coisa nao vai com muita calma
mas esta bem escrito Angela escreves lindamente
aquele tom mata.me mesmo maluco ohh a angie dormiu mt bem que nem uma anjinha
ps-ja es... Bjs fica bem e posta mais..


De carolinne a 1 de Agosto de 2010 às 21:47
gostei *-* muito mesmo


De Natty_KLutz a 1 de Agosto de 2010 às 22:02
P.E.R.F.E.I.T.O!!!!

xD

ameiiii :)



De Nylsa a 2 de Agosto de 2010 às 02:15
Aww :D Capitulo novooooem tão pouco espaço de tempo e que eu amei ler *-*

O Robert quis mais um beijinho, pois claro xD Opá, nao se pede desculpa... beija-se e pronto -.-' ahah!
Labios quentes do beijinho +.+ Que qerido!

A Angie adormeceu no peito do Roobbb! OMG :o *Nylsa dá pulinhos* xD
O Tom é mesmo um maroto, mas o Robert tem resposta para ele xD

A Angie vai acordar na caminha do Rob. Ai, ai... Quero saber qual será a sua reacção :D Boa de certeza, né? x)

Wow! A cena de sexo entre o Kell e a Sarinha está tão bem descrita +.+ Até fiqei com pele de galinha, pow!
Ele foi um querido, mesmo perfeitinho ^^
Bom trabalho, amore! :3

Agora quero mais pois :b sou dificil de contentar... quero sempre mais&mais daquilo que gosto xD

beijinho ^^


De SarAngela a 2 de Agosto de 2010 às 11:58
Meninas, obrigada por todos os comentários, são umas queridas! :3
Quero só deixar aqui "claro" que a cena de sexo é da autoria da Sara, pois ela já a tinha escrito há algum tempo.
E pronto é isso...
Boas Leituras,
Ângela


De Nylsa a 3 de Agosto de 2010 às 01:59
Eu pensei mesmo que tinhas sido tu a escrever amor :b

Então, dou os meus parabéns à Sarinha :D porque a cena está mesmo bem descrita +.+

Fico a espera do próximo cap ^^ mal posso esperar! :D


Comentar Post

© 2010| Luz do Futuro é uma fanfiction escrita com intuito lúdico.
Não pretendemos infringir qualquer direito de propriedade aqui publicada.
Licença Creative Commons
Luz do Futuro por SarAngela está lincenciado pela Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal License.
Baseado no trabalho de http://loveageless.blogs.sapo.pt/
TODOS os direitos reservados a Luz do Futuro
Quem copiar, estará a infringir termos de copyright.

' About Us


' Ver Perfil

' Mantém-te Ligado

. 5 seguidores

' Find

 

' Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


' Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

' Posts Recentes

' Chegou o dia...

' Capitulo 15 - P.V. Ângela...

' Capitulo 14 – P.V. Ângela...

' Capitulo 13 – P.V. Sara &...

' Capítulo 12 – P.V. Kellan...

' Capitulo 11 – P.V. Ângela...

' Capitulo 10 - P.V. Sara &...

' Comunicado

' Capitulo 9 – P.V. Sara & ...

' Capitulo 8 – P.V. Kellan ...

' Hours

' Views

online